Higienização de sistemas de água para prevenção e eliminação da Legionella

A doença do Legionário é uma pneumonia grave e potencialmente mortal provocada pela Legionella pneumophila. Esta é a doença mais grave provocada por esta bactéria, a qual pode de forma menos grave provocar a febre de Pontiac. São conhecidas cerca de 47 espécies de Legionella.

As bactérias do género Legionella encontram-se em ambientes aquáticos naturais e também em sistemas artificiais, como redes de abastecimento/distribuição de água, redes prediais de água quente e água fria, ar condicionado e sistemas de arrefecimento (torres de refrigeração, condensadores evaporativos e humidificadores) existentes em edifícios, nomeadamente em hotéis, termas, centros comerciais, industrias e hospitais. Surgem ainda em fontes ornamentais e tanques recreativos, como por exemplo jacuzzis.

A infecção transmite-se por inalação de gotículas de vapor de água contaminada, aerossóis, de dimensões tão pequenas que veiculam a bactéria para os pulmões, possibilitando a sua deposição nos alvéolos pulmonares.

Os fumadores, pessoas com problemas respiratórios crónicos, doentes renais e de um modo geral imunodeprimidos têm maior probabilidade de contrair esta doença.

Existem condições que potenciam o crescimento e multiplicação da Legionella, nomeadamente:

  • - Temperatura da água entre 20°C e 45°C, sendo a ótima entre os 35ºC e 45ºC
  • - pH entre 5 e 8
  • - Humidade relativa superior a 60%
  • - Zonas de reduzida circulação de água (reservatórios de água, torres de arrefecimento, tubagens de redes prediais, pontos de extremidade das redes pouco utilizadas, etc)
  • - Presença de outros organismos (e.g. algas, amibas, protozoários) em águas não tratadas ou com tratamento deficiente
  • - Existência de um biofilme nas superfícies em contacto com a água
  • - Processos de corrosão ou incrustação
  • - Utilização de materiais porosos e de derivados de silicone nas redes prediais, que potenciam o crescimento bacteriano
  • - Presença de metais

Uma das formas de prevenção e de eliminação da Legionella de circuitos de água, incluindo tubagens, tanques ou depósitos de água, permutadores, misturadoras e pinhas de chuveiro, é através de processos de higienização/desinfecção. A Cimai possui equipas qualificadas para executar estes trabalhos de higienização/desinfecção, cumprindo todas as recomendações da Direcção Geral de Saúde, quer como forma de prevenção da legionella, quer como forma de descontaminação de circuitos já contaminados.


Pode controlar tudo online! A CIMAI disponibiliza o acesso à plataforma electrónica de gestão de manutenção - CIMAI Facility Management (CFM). A CFM além de permitir a cada cliente saber o estado dos planos de manutenção dos equipamentos que estão sobre gestão técnica da CIMAI, possibilita também fazer pedidos específicos de intervenção para esses mesmos equipamentos. A CFM facilita ainda a análise estatística da situação geral dos equipamentos, afim de poderem ser tomadas decisões de gestão, nomeadamente da eventual necessidade de compra de novos equipamentos, para substituição daqueles que têm avarias mais recorrentes.

Ficha técnica

Este site utiliza cookies para obter dados estatísticos de navegação.
Se continuar a navegar consideramos que aceita o uso de cookies. OK | Mais Informações